REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS TÁTEIS DO MOBILIÁRIO RESIDENCIAL: PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS E SUGESTÕES PARA SUA ELABORAÇÃO

Autores

  • Maria de Fátima Xavier do Monte Almeida Faculdade Damas da Instrução Cristã
  • Marianne Cristina Lindoso Araújo Faculdade Damas da Instrução Cristã

Resumo

Este artigo discute os procedimentos metodológicos utilizados no desenvolvimento de representações gráficas táteis do mobiliário residencial e descreve as características de quinze protótipos de móveis e equipamentos utilizados em sala, quarto e cozinha representados em uma planta baixa tátil para facilitar a autonomia de pessoas cegas. Por conta da quase inexistência de pesquisas sobre o tema e falta de padronização de mobiliário tomou como referencial teórico metodológico as experiências realizadas com Mapas Táteis (MT) de três pesquisadores seguidas de adaptações para confecção dos protótipos do mobiliário de forma artesanal.  Os resultados do presente trabalho demonstram o quanto é necessário aprofundar o tema para o desenvolvimento de futuras pesquisas, principalmente em ambientes de grande escala como hotéis, aeroportos, metrôs e hospitais. Ter a ideia antecipada do ambiente construído a partir do layout do mobiliário facilita a legibilidade do ambiente construído, a   identidade do mobiliário e sua distribuição na estrutura do edifício como também favorece a identificação de marcos referenciais no sistema ambiente-tarefa-pessoa cega no processo de orientação espacial.

Referências

ARAÚJO, MARIANNE C. L. Representação Gráfica Tátil Do Mobiliário Residencial: Uma Forma Inclusiva De Projetar. Recife, PE. 2018.

ARAÚJO, N. S. et al. Construção Do Mapa Tátil Da Universidade Federal Da Bahia. Outubro de 2016.

BEM, G. M. Parâmetros De Fabricação De Símbolos Para Mapas Táteis Arquitetônicos. Florianópolis. 2016.

BRASIL, SUBSECRETARIA NACIONAL DE PROMOÇÃO DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA, COMITÊ DE AJUDAS TÉCNICAS et, al. Tecnologia Assistiva. Brasília. CORDE. 2009

DISCHINGER, MARTA et al. Promovendo acessibilidade espacial nos edifícios públicos: Programa de Acessibilidade às Pessoas com Deficiência ou Mobilidade Reduzida nas Edificações de Uso Público. Florianópolis, MPSC. 2012.

FERREIRA, MARIA E. D. S. Construção De Um Mapa Tátil Do Campus Seropédica Da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Seropédica. 2008.

HELLER, M. A et al. Haptic Perception In Blind People. In The Psychology Of Touch. (pp.239-261). M. A. Heller and W. Schiff (eds.), Hillsdale, N.J., Lawrence Erlbaum Associates. 1991.

LIMA, F. J. et al. A Preeminência Da Visão: Crença, Filosofia, Ciência E O Cego. Arquivos Brasileiros de Psicologia, 2(52), 51-61. 2000.

NOGUEIRA, R. E. Padronização De Mapas Táteis: Um Projeto Colaborativo Para A Inclusão Escolar E Social. Ponto de vista, n. 9, p. 87-111. Florianópolis: 2007.

Downloads

Publicado

2021-03-26

Como Citar

Almeida, M. de F. X. do M., & Araújo, M. C. L. (2021). REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS TÁTEIS DO MOBILIÁRIO RESIDENCIAL: PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS E SUGESTÕES PARA SUA ELABORAÇÃO. ARCHITECTON - Revista De Arquitetura E Urbanismo, 5(8). Recuperado de https://cihjurv3.faculdadedamas.edu.br/index.php/arquitetura/article/view/1487